segunda-feira, 30 de maio de 2011

Corinthians 2 x 1 Coritiba, em números

Nação!!!

Vencemos mais uma vez, de novo no aperto e repetindo o improvável: lance decisivo de Danilo - o maestro. Fico feliz, já que necessitamos de bons reservas e espero que ele volte em breve pro banco, assim que chegar Alex.

Precisamos evoluir com urgência. Não dá pra sofrer desse jeito até o fim do campeonato. O time precisa fluir melhor com a bola. A partida ontem foi contra os reservas do Coxa, mesmo assim não tivemos tranquilidade na vitória.


Ficha Técnica

CORINTHIANS 2 X 1 CORITIBA

Local: Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Data: 29 de maio de 2011, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Jair Albano Felix (ambos de MG)
Cartões amarelos: Chicão (Corinthians); Maranhão (Coritiba)
Gols: CORINTHIANS: Paulinho, aos 4 minutos do primeiro tempo(Assistência de Willian), e Danilo, aos 34 minutos do segundo tempo (Assistência de Jorge Henrique); CORITIBA: Leonardo, aos 27 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro (Moradei), Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Morais (Edno) e Danilo; Willian (Jorge Henrique) e Liedson
Técnico: Tite

CORITIBA: Vanderlei; Maranhão (Jonas), Cleiton, Jeci e Lucas Mendes; Djair, Marcos Paulo, Everton Ribeiro (Anderson Aquino), Geraldo e Everton Costa (Willian Leandro); Leonardo
Técnico: Marcelo Oliveira

 Fonte: Placar

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Curtas

1 - Hoje é Aniversário de Tite! Parabéns! Muitos anos de vida, nem tantos no Corinthians!

2 - Danilo terá nova oportunidade como titular do Timão. Mais uma tentativa que terá para se confirmar o óbvio. á outras alternativas, exemplo: Edno recuado ainda não foi testado nesta temporada - jogou apenas no ataque. Abre-te Janela das transferências.

3 - Seedorf não vem mais. Melhor assim. Tem que colocar o projeto do Corinthians em primeiro lugar. Não quer, não pode, não vem. Simples assim.

4 - Jogaremos em casa com o Coxa neste próximo domingo e não há espaço para inspiração no último jogo. Se quisermos ser campeões precisaremos vencer. Não dá pra ficar dando chutão pra frente e esperar Liedson salvar o time mais uma vez.

@bieltorres

Grêmio 1 x 2 Corinthians, De virada é mais gostoso

 Nação!!!

A partida foi dificil, mais ainda! Foi feia! Não jogamos muito, apenas nos defendendo. O Grêmio estava mais articulado, porém um time também limitado não conseguiu efetivar suas chances. O Corinthians não chegou muito, mas conseguiu acordar para partida quando o Grêmio marcou o seu único gol.

A necessidade de alcançar o Grêmio e superá-lo foi realizada. Graças ao grande faro de Liedson. Primeiro sofreu um penalti, cobrado por Chicão e posteriormente foi muito arisco ao chegar ao gol num mínimo espaço na área em que conseguiu marcar uma golaço!

É a segunda oportundade feliz de Danilo neste ano de 2011. Graças ao seu oportunismo, a partida foi desempatada e o mérito de Liedson deve ser dividido com a cabeçada de Danilo. Para sermos campeões Brasileiros, será fundamental a boa forma da maioria dos jogadores, senão todos, apesar da chegada de Alex ainda assim precisaremos muito de Danilo.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 2 CORINTHIANS
Local:  Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 22 de maio de 2011 (domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Assistentes: Erich Bandeira (PE) e Carlos Berkenbrock (SC)
Cartões amarelos: Ramírez, Paulinho, Chicão e Jorge Henrique (Corinthians)
Gols: GRÊMIO: Douglas, aos 13 minutos do segundo tempo
CORINTHIANS: Chicão, aos 20(Assistência de Liedson), e Liedson, aos 27 minutos do segundo tempo (Assistência de Danilo)
GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Saimon, Rodolfo (Escudero) e Neuton; Rochemback, Adilson (Willian Magrão), Lúcio e Douglas; Leandro e Júnior Viçosa (Lins)
Técnico: Renato Gaúcho
CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Ramírez (Moradei) e Morais (Danilo); Willian (Jorge Henrique) e Liedson
Técnico: Tite

sábado, 21 de maio de 2011

Adeus Dentinho


Após um período bem maior que a média Brasileira, o jogador Bruno Bonfim, mais conhecido como Dentinho deixará o Corinthians. Lmbro bem, como se fosse hoje, Carpegiani, então técnico do Corinthians, pedia que o nome de Bruno Bonfim fosse divulgado para aquela jovem revelação, assim foi escrito em sua camisa. Pouco tempo depois, Dentinho tomou nome após ignorar um técnico ultrapassado. 
Apesar de não ser craque, marcou sua passagem, fazendo parte do ataque titular por 4 anos, jogando frequentemente com Herrera(2008), Ronaldo(2009, 2010 e 2011) e Jorge Henrique (2009, 2010 e 2011). Foram 55 gols, era o jogador com mais gols do atual elenco. O total de partidas chegou às 187.
Com o passar dos anos, Dentinho tem regredido seu futebol, sendo este momento o mais crítico de sua participação. A cada ano sua média de gols tem piorado, este ano chegando aos míseros 0,22. Cada vez mais era marcado por tentativas de dribles sem objetividade e incompletos, firulando nas partidas e perdendo bolas importantes. Acredito que se via como um craque, mas não chegava nem perto disso - um bom jogador apenas. Para um atacante, nem era um formador de jogadas exemplar, tampouco um artilheiro fundamental - limitava-se ao bom.

Para minha decepção, não se despediu dignamente da torcida, uma coletiva cairia bem, assim como exemplarmente foi feito por André Santos e Cristian. Seguiu o exemplo de Jucilei.

@bieltorres

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Emerson - Novo Badboy Recrutado

Não é de hoje que o Corinthians tem vocação para contratar jogadores problemáticos. Não se pode criar uma regra na qual faremos campeões se tivermos muitos encrenqueiros no elenco, mas assim foi em 98/99/2000. Tínhamos no mesmo elenco, Ricardinho, Marcelinho, Rincón, Dinei e Edilson. Todos com suas particulares caracteristicas, mas que sempre trouxeram algum tipo de problema ao clube ou na sua carreira, mas suas vitórias foram maiores, e bem maiores, que os problemas em suas histórias. 

Estamos numa nova geração de badboys, Adriano e Emerson estão entrando num elenco que nenhum dos jogadores teria este rótulo, ao contrário, herdam uma geração de bons moços como Roberto Carlos e Ronaldo. Os problemas que tiveram na carreira foram muito rasos comparados com Emerson e Adriano.

Emerson tem uma história vencedora de muitos gols e a torcida espera exatamente isso deste atacante, assim como de Adriano. Não esperem que a torcida se aglomere no estádio e veja eles se economizarem em campo. Não é pra isso que vieram. A hora de entrar na história é agora.

Reajustes no elenco são necessários, mas jogadores como estes podem também estragar o elenco - causar rachas. Espero que não.

Vamos aguardar.

Vai Timão!!!

@bieltorres

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Indicações

Nação!!!


Acompanho futebol, assim como todos que lêem o que escrevo, mas devido a certa distância de São Paulo, observo também o campeonato Pernambucano e ao contrário do que muitos pensam, o melhor jogador não foi o insensato Gilberto. Todos estes abaixo foram tão ou mais importantes que Gilberto no campeonato, tendo apenas a ele o destaque de venda pelo interesse do Corinthians. Estes jogadores abaixo devem ser observados, já que trabalham em um clube com caracteristicas semelhantes às do Corinthians e não deixam a camisa pesar ou tem medo de jgar com casa cheia.



  • Thiago Cardoso (Goleiro) - Santa Cruz: Este foi o melhor jogador do Campeonato, tem grande potencial. Não é qualquer goleiro que enfrenta tantas dificuldades unidas a pressão de mais de 50 mil torcedores por jogo.

         Videos: Defesa 1 e Várias Defesas
  • Weslley (Meia) - Santa Cruz: Meia habilidoso, foi o maestro do time. Agudo e com faro de gol, abriu possibilidades de gol em inúmeras partidas. Excelente cobrador de faltas.
        Videos: Gol 1 e Gol 2 
  • Renatinho (Lateral-Esquerdo): Baixa estatura, porém muito habilidoso. Mostrou grande perfil ofensivo e foi responsável por muitas vitórias da equipe.
        O Segundo gol foi de Renatinho - Link


Vai Timão!!!

@bieltorres

terça-feira, 17 de maio de 2011

Uma Nova Esperança

Estavamos precisando de um jogador que fizesse a bola chegar e que saiba bater na bola. Isso acaba sendo um diferencial. Isso nos alimenta de esperança que podemos até sonhar com um Brasileiro. Esse jogador é Alex. Espero que ele se adapte logo ao futebol Brasileiro e ao Corinthians!

A chegada de Fábio Simplicio(Roma-ITA) e André (Dinamo-UCR) também seriam bem vindas.


Carregar o time de jogadores pré-emprestáveis aos clubes pequenos não é Planejamento.

Falta agora dispensar alguns...

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Santos 2 x 1 Corinthians, o jogo do título derramado

Nação!!!
A tão dita superioridade Santista resumiu-se a mera possibilidade de vencer um jogo do Corinthians, sendo uma falha anormal do nosso goleiro imbutido neste resultado. Não posso dizer que o Corinthians mereceu vencer a partida, quisá o campeonato. O Santos não tem um grande elenco, tem apenas três celebridades da bola, Neymar, Ganso e Elano, só. O resto é normal, portando poderiamos ter vencido sim. Quando ao Julio César, fico decepcionado pelo gol numa final de Paulista e isso com certeza marcará sua carreira, mas devemos lembrar a defesa que fez quando estava cara a cara com Neymala. Isso também precisa ser considerado.

Não devo ser leviano e dizer que nosso time tem o melhor elenco do Brasil ou ainda que temos o melhor treinador. Ora, o que falta pra isso acontecer? Dinheiro é sabido que temos, camisa também. A resposta é simples, mas dificil de processuar - PLANEJAMENTO.

Quantas das contratações efetivadas neste próximo semestre vão vingar? Quantas ficarão pelo menos dois anos no Corinthians? A torcida não quer novos jogadores apenas, quer saber o critério de escolha, por exemplo? Quem deve escolher o jogador é o treinador, percebendo as carências do elenco, porém o critério não se aplica ao Tite, que irá embora em breve. Nossa situação atual é planejar reforços para clubes de menor expressão, por exemplo: Os jogadores que reforçam os clubes como Bahia, Atlético/PR, Sport, Náutico, Coritiba e outros é o Corinthians. Isso é planejar com eficácia?

Quando ao treinador tenho os eguinte a escrever: Qual foi o objetivo da contratação dele? Ser campeão Brasileiro 2010, foi? Não. Sobrou o que? A libertadores e o Paulista, e ai? Vamos esperar o que mais? O time não rende, joga feio e empatacom frequencia e a torcida fica cada fez mais desacreditada. Sem esperança de vencer o Brasileiro. E olhe que sou muito otimista.

Ficha Técnica
SANTOS X CORINTHIANS

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 15 de maio de 2011, domingo
Horário: 16 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: David Botelho Barbosa e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Claudinei Forati Silva e Leonardo Ferreira Lima (ambos de SP)
Cartões Amarelos: Elano, Léo, Neymar e Pará (Santos); Chicão e Liedson (Corinthians)
Gols: SANTOS: Arouca, aos 16 minutos do primeiro tempo, e Neymar, aos 38 minutos do segundo tempo
CORINTHIANS: Morais, aos 41 minutos do segundo tempo

SANTOS: Rafael; Jonathan (Pará), Edu Dracena, Durval e Léo (Alex Sandro); Adriano, Arouca, Elano e Alan Patrick (Rodrigo Possebom); Neymar e Zé Eduardo
Técnico: Muricy Ramalho

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho (Cachito), Bruno César (Morais) e Jorge Henrique; Dentinho (Willian) e Liedson
Técnico: Tite

#VaiCorinthians

@bieltorres

domingo, 15 de maio de 2011

Pré Jogo: Comparativo entre jogadores

Bom dia Nação! 

Que hoje sejamos mais uma vez campeões. 

Analisando  jogador por jogador, utilizando doze indicadores que possam decidir a partida temos o melhor time titular por muito pouco. Todos os três setores do campo são equivalentes, tendo uma ligeira vantagem para o Corinthians na zaga e no meio. 

Os destaques são para a superiodade de Jonathan sobre Alessandro e de Paulinho sobre Arouca. O Lateral direito santista não deixou Dentinho jogar no domingo passado. Bloqueou diversos cruzamentos e nao deixou qualquer avanço lateral comprometer o Santos, Tite precisa fazer uma alteração urgente no modo de jogar para superar o lado direito do Santos que ainda tem Elano na tabela ofensiva.Paulinho demonstra excessiva segurança no meio, ainda submetendo-se a avançar e chutar perigosamente ao gol como homem surpresa, porém necessita calibrar o pé.

Vamos aos números:























































































Fonte: UOL Esportes

@bieltorres

sábado, 14 de maio de 2011

A Eficiência versus a Eficácia


Em se tratando de futebol, com uma ajudinha de mentores das teorias da administração com estudos sobre a produtividade. Bem, Quem seria o Santos nestes dois? A Eficiencia é claro. Conceituando a eficiência, trata-se de como fazer, não do que fazer. O Santos joga bonito, mas não teve uma boa campanha no Paulistão, com a mudança de técnico isso mudou bastante, tornando a equipe mais eficiente. Jogar bonito sem eficácia não vale nada, já que não chegará a vitória. 

Vamos ao Corinthians. Eficácia se entende como o que fazer, de fazer as coisas certas, da decisão de que caminho seguir. o Corinthians é eficaz? Ao que se propõe, sim. Nosso técnico busca resultados limitados e sua eficácia é alcançada. Buscou a classificação, conseguiu com resultados limitados, mas eficazes. Nas quartas e nas semis fomos eficazes, quase que raramente eficientes. 

O Santos consegue ser eficiente (como joga) e busca a eficácia com as habilidades eficazes de Muricy(joga e vence). O Corinthians tem sido muitas vezes eficaz (joga e o empate torna-se vitória) com o nosso equilibrado Tite, mas não tem mostrado eficiência (como joga) em sua trajetória.
Para fins lúdicos e para exemplificar, podemos dizer que a eficiência é jogar bonito, golear os jogos e não ser campeão, eficácia e ir pra final aos trancos e empates e ganhar a final nos pênaltis.

Quem vencerá? A eficiência dos Santos ou a eficácia do Timão?

Vai Timão!!! Vai ser Campeão!

@bieltorres

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Corinthians x Santos, em Números (08/05/2011)

Nação!!!

O jogo foi dificil, como esperado. Não havia facilidade para nenhum dos lados. Imaginei uma zaga Corinthiana segura e assim foi. Também pensava que nosso ataque chutaria muito, assim foi. Infelizmente os chutes foram pra fora, as bolas chegavam truncadas e os chutes não eram dos melhores.

Se avaliarmos friamente os números, fomos muito superiores, o que faltou foram as conclusões em gol serem mais assertivas e neste ponto, acredito, o Tite errou em sacar o Bruno César e em escalar Dentinho entre os titulares. Não dá mais para ele, enquanto não melhorar fisicamente.

Vamos aos números:


FICHA TÉCNICA:

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 8 de maio de 2011, domingo
Horário: 16 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Cleber Wellington Abade (SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo e Fausto Augusto Viana Moretti (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Guilherme Ceretta de Lima e Aurélio Sant'anna Martins (ambos de SP)
Cartões amarelos: Wallace (Corinthians). Neymar e Adriano (Santos)
Público: 34.547 pagantes
Renda: R$1.412.840,00

CORINTHIANS: Julio Cesar; Wallace (Ramires), Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Bruno César (Morais) e Jorge Henrique; Dentinho (Willian) e Liedson
Técnico: Tite


Vai Corinthians!!!!

sábado, 7 de maio de 2011

Pré Jogo: 5 Armas contra o Santos

A ansiedade toma conta enquanto o jogo não começa. Mais uma vez iremos enfrentar os meninos da vila, temos sido vencedores e pretendemos continuar assim. Apesar de nosso futebol apresentado no paulista está longe do desejado, temos pelo menos 5 armas que poderão fazer a diferença nessa final.
  1. Experiência – Nossa equipe tem mais jogadores com experiência em finais e jogos decisivos, além de mais partidas decisivas vencidas. Isso deve ser levado em consideração, já que os nervos podem estar a flor da pele e nesses momentos as partidas podem ser decididas. Temos menos da metade dos cartões amarelos que os Santistas tem recebido (27 x 56).
  2. Entrosamento – Dos 16 jogadores mais utilizados pelo Tite, apenas 3 chegaram ao elenco neste ano de 2011 – Ramírez, Willian e Liedson. No Santos, também há uma boa base, mas ainda estão engatinhando nos ensinamentos de Muricy.
  3. Ofensividade – Ainda que não pareça, somos mais agudos no ataque que os Santistas. Chegamos mais ao ataque que o Peixe, apesar deles terem mais efetividade nos chutes (36 x 43 gols), finalizações médias por partida: 15,4 x 13,6
  4.  Defesa – Temos uma defesa completamente superior a Santista e ai que fica o maior desafio do Santos. Não é de hoje que eles não tem zaga e sim uma peneira rasgada. Tanto nosso goleiro, quanto zagueiros e laterais são melhores como nosso Ralf é muito superior ao Adriano deles. Nosso problema é a ausência de Alessandro. Torcemos que o substituto, seja quem for, dê conta do recado. Gols sofridos: 12 x 20.
  5. A Torcida – O Momento está chegando. A responsabilidade bate na porta e nossa primeira partida é no Pacaembu. Todo o terror que se puder colocar nesses meninos deve ser colocado. As provocações deixam eles mais ouriçados ou mais temerosos, mas a tranqüilidade passa longe. Tivemos alguns exemplos de como parar o Neymartogrosso, é só chegar junto e não deixá-lo jogar.  De resto é raça e suor... Mais uma Paulista está chegando.
@bieltorres

terça-feira, 3 de maio de 2011

Por onde anda e que continue andando longe do Timão...


Uma das maiores burrices que vi no futebol foi a denuncia do Náutico nesta última semana, envolvendo o atleta do Corinthians - Eduardo Ramos. Segundo o pai dele, diretores do Sport propuseram a Eduardo Ramos, pela bagatela de R$300.000,00, que o jogador favorecesse o adversário na decisão. Ao atleta era necessário que fosse expulso ou fazer o velho corpo-mole. 

O Vídeo abaixo foi fornecido pelo Náutico à imprensa e TJD para provar o suborno e não há nada demais no vídeo, apenas o Pai de Eduardo Ramos falando mal do Corinthians. Talvez haja algum outro vídeo, mas  creio que isso não vai dar em nada.

Resolvi postar isso porque segundo o Pai de Eduardo Ramos, o Andrés Sanchez não dá atenção a ele e o Corinthians, por sua vez, atrapalha mais que ajuda na carreira do filho. Tudo bem que um pai admire um filho, mas vendê-lo como um novo Kaká é demais para qualquer um, não? Se não fosse o Corinthians ele ainda estaria no Anápolis! 

Ainda por cima, demonstra como o pai do Eduardo só pensa em dinheiro de luvas e salários... O cara é admirado pela torcida do Náutico e o Pai negocia ele com o time adversário? 
Vale a pena ouvir os último dois minutos do vídeo para ver o que fala do Timão.

Eduardo, continue distante do Corinthians, você não faz falta. Vai pra Rússia...


video


Fontes:

PE360Graus

Placar

NE10


@bieltorres

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Palmeiras 1 (5) x (6) 1 Corinthians, muito suado!

Nação Corinthiana! Boa tarde!

Muita emoção no jogo de ontem. Sempre tem que ser mais dificil conosco.O Primeiro tempo foi integralmente brigado, não houve demonstrações de futebol, apenas um desejo de mostrar quem pode mais na força. Na minha opinião, Liedson não entrou na jogada da expulsão de Danilo para machucar, quis tirar a bola do lance e seguir a jogada, ele não é desleal.

Re-iniciada a partida para um segundo tempo, o Palmeiras se mostrou em campo como se tivesse mais atletas que o Corinthians, sendo de certa maneira até vergonhosa a apresentação. Quando o Palmeiras fez o gol, havia a chance de ressurgir nosso Corinthians, e assim foi feito. Willianzinho, o novo Amuleto da Fiel apareceu e de cabeça empatou o jogo, com um belissimo cruzamento de Jorge Henrique. Dai pra frente a partida foi aguerrida, com muitos chutoes do Corinthians e pouca efetividade do Palmeiras. Tinhamos um jogador a mais que não foi a campo, não sei se Jorge Henrique ou Dentinho, mas senti falta dos dois. O Jorge fez apenas o lance do gol. Só isso. Fugiu até dos penaltis, espero que não tenha sido amarelice.

Quanto ao Juiz, o Paulo César de Oliveira fez uma boa arbitragem, nada que o comprometesse demais.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 (5) X (6) 1 CORINTHIANS

Local:  Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 1º de maio de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Paulo César de Oliveira (SP)
Assistentes: Vicente Romano Neto e Alex Alexandrino (ambos de SP)
Público: 33.861 pagantes (total de 35.874)
Renda: R$ 949.236,00
Cartões amarelos: Kleber (Palmeiras); Alessandro, Fábio Santos, Bruno César, Ralf, Leandro Castán (Corinthians)
Cartão vermelho: Danilo (Palmeiras)
Gols: PALMEIRAS: Leandro Amaro, aos 7 minutos do segundo tempo; CORINTHIANS: Willian, aos 19 minutos do segundo tempo (Assistência de Jorge Henrique)

PALMEIRAS: Deola; Cicinho (João Vitor), Thiago Heleno, Danilo e Rivaldo; Marcos Assunção, Márcio Araújo, Tinga (Patrik) e Valdívia (Leandro Amaro); Luan e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro (Ramírez), Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Bruno César (Morais) e Jorge Henrique; Dentinho (Willian) e Liedson
Técnico: Tite


@bieltorres