quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Ser Campeão é Bom! Ser Corinthiano é Ótimo!

Nação PentaCampeã!

O título de Campeão Brasileiro de 2011 chega ao clube mais importante do Brasil. Assim como canta o hino, o clube mais Brasileiro. Não por menos temos tanto orgulho patriótico de ser corinthiano por apenas ser. Ganhando ou perdendo somos Corinthianos com orgulho incontestável. É exatamente por este fato que somos tão atacados diariamente, ao mesmo tempo, por sermos desta maneira, ditamos a regra da paixão nacional - o FUTEBOL. 

Como dizia Sócrates: "O Corinthiano não torce, ele joga com o time".


A celebração de campeão é para todos. Sejam Corinthianos ou não. O Campeonato Brasileiro foi vencido com justiça. Nós participamos disso, empurrando e retomando nosso posto.

Corinthiano, maloqueiro, sofredor e VENCEDOR.

VAAAAAAI CORINTHIANS!!

@bieltorres


domingo, 4 de dezembro de 2011

Sócrates (19.02.54 - 04.12.2011)

Estava sem acompanhar tv, rádio e jornais por uma imersão no trabalho. Não sabia que o ídolo Sócrates voltava ao hospital, desta fez mais gravemente afetado. Abri o site da Folha de São Paulo nesta manhã para me atualizar sobre o Corinthians e fiquei diante de letras que não gostaria de ter lido hoje.

Jogadores técnicos há aos montes, todos os anos são derramados nos clubes Brasileiros dezenas que novas promessas, nenhuma dessas, nos últimos anos, gerou algo como Sócrates no futebol. A visão deste ídolo, em tudo que regia, era diferenciada. Não se compunha apenas de jogador de sabia bater de calcanhar, era genial, fundamental para época e até hoje não dá pra comparar com ninguém. Diferenciado é pouco, já que era desta maneira em tudo que fazia. Tinha e mostrava personalidade. Era unanime. Um dos melhores jogadores de todos os tempos e um dos maiores ídolos do manto sagrado.

Prefiro me resumir ao que sinto e desejar que as vibrações Corinthianas de hoje reconfortem sua família e a despedida deste homem seja honrosa em campo para os atletas da atualidade.

sem mais.

@bieltorres


segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Corinthians 2 x 1 Atlético/MG em números

Nação,


Falta muito pouco para agarrarmos o PENTA Brasileiro. O time acompanhou a torcida e virou mais uma partida nesse campeonato, tendo destaque para o primeiro gol de Adriano pelo Timão. O Corinthians poderá chegar ao título se vencer o Figueirense, em Florianópolis, e o Vasco não pontuando sobre o rival Fluminense. Fato perfeitamente possível. Cuidemos de nós, apenas, para vencermos a partida e não precisar de muita coisa para sermos penta campeões.


Em minha análise, os destaques positivos da partida deste domingo foram: 


Tite -  buscou ofensividade, sem restrições táticas demasiadas. Fez uma excelente leitura da partida com substituições corretas, espero que Alex seja titular na próxima partida e Danilo esteja no banco.


Emerson - tentou criar alternativas com sua velocidade e seu posicionamento.


Liedson - oportunista, lutou e conseguiu marcar mais um no Pacaembu. Seu ano de 2011 está com 22 gols em 42 partidas.


Alessandro - reitero que não enxergo Alessandro como capitão, mas isso não diminui sua participação polêmica na partida. Foi bem no apoio e na marcação, restando apenas melhorar seu passe.


Paulinho - conseguiu penetrar na defesa sendo a única cabeça pensante do meio campo até a entrada de Alex.


Alex - condiciona sempre o time a novas oportunidades. Sai do convencional e trás as bolas paradas chances reais de gol, além de chutes de fora da área que amedrontam a defesa adversária. Faz em minutos o que Danilo não faz em meses.


Adriano - visível melhora. Poucos toques foram suficientes para mostrar isso. mostrou a fiel o que pode realizar e torna-se uma arma importante para este fim de campeonato.



Posse de Bola: 
COR: 71%
CAM: 29%



Faltas Cometidas: 
COR: 11
CAM: 21


Destaque para Ralf com três, Paulo André e Alessandro com duas.



Faltas Recebidas: 
COR: 21
CAM: 11


Destaque para Emerson com seis e Fábio Santos com cinco e Willian com três.


Passes Errados:

COR: 34
CAM: 26

Destaque para Emerson com sete, Danilo, Leandro Castán e Alessandro com quatro.

Finalizações:

COR: 13
CAM: 4



Destaque para Liedson e Willian com três, Emerson, Paulinho e Alex com duas.



Roubadas de Bola:

COR: 12
CAM: 17


Destaque para Paulinho com cinco, Paulo André e Fábio Santos com duas.



FICHA TÉCNICA


CORINTHIANS 2 X 1 ATLÉTICO-MG


Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)


Data: 20 de novembro de 2011, domingo


Horário: 17 horas (de Brasília)


Árbitro: Wagner Reway (MT)


Assistentes: Erich Bandeira (Fifa-PE) e Joadir Leite Pimenta (MT)


Cartões amarelos: Alessandro, Paulo André e Adriano (Corinthians); Carlos César e André (Atlético-MG)


Gols: CORINTHIANS: Liedson, aos 32 minutos, e Adriano, aos 44 minutos do segundo tempo


ATLÉTICO-MG: Leonardo Silva, aos nove minutos do segundo tempo


Público: 38.493 pessoas (total)


Renda: R$ 1.277.11,50


CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Paulo André, Leandro Castán e Fábio Santos; Paulinho, Ralf e Danilo (Alex); Willian (Adriano), Emerson e Liedson (Wallace)


Técnico: Tite


ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Carlos César (Mancini), Réver, Leonardo Silva e Richarlyson (Triguinho); Pierre, Fellipe Soutto, Serginho, Daniel Carvalho e Bernard; André (Neto Berola)


Técnico: Cuca



VAI CORINTHIANS!!!


@bieltorres



sábado, 12 de novembro de 2011

Missão: Salvar 2011


Nação!!!

Nestes próximos cinco jogos temos a oportunidade nas mãos, aliás nos pés, de salvar o nosso ano. O passar dos meses deste Corinthians 2011 não foi nada bom. Tivemos diversas experiências ruins, como no inicio do ano sofrer para não passar da fase classificatória da Libertadores da América, após um pífio final de Brasileiro 2010. Perdemos o Paulista na final contra o Santos e o que nos resta neste momento é seguir de cabela erguida para o Penta Brasileiro.

O que a torcida espera não chega a ser um excelente futebol de 1998. É um empenho honroso pelo manto Corinthiano. Vencer quatro das próximas cinco partidas é factível e necessário para a manutenção da liderança. Os adversários diretos estão motivados e se mostram mais empanhados que nossos atletas. Esperamos uma reação diante do Atlético/PR, apesar de constatar que, fisicamente, nossos atletas estão no pior momento.

O tempo passa e não há muito o que fazer se não COMER GRAMA e jogar com ATENÇÃO plena. 

VAAAAAAAAAAI CORINTHIANS!!!

@bieltorres

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Zagueiros do Timão em números

Nação!!!

A proposta desta análise é comparar os jogadores da zaga corinthiana, conforme seu retrospecto numérico. Os primeiros onze indicadores referem-se ao ano de 2012, os demais referem-se apenas ao Campeonato Brasileiro. 

Quando se pondera os resultados, é visto que a dupla de zaga ideal seria Chicão e Paulo André. Inclusive este segundo, conforme post anterior, entrou no ranking de pontos ganhos, estando entre os primeiros 10. Chicão entra na lista de eficiência com seus 5 gols - o último sendo marcado contra o América/MG.



VAAAAAAAI CORINTHIANS!!!

@bieltorres


quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Eficiência média por partida

Nação!!!

Seguem as tabelas atualizas de Eficiência média por partida, que aplica o jogador mais decisivo do ano e a tabela de Aproveitamento de Pontos do Corinthians por atleta.



Vai Corinthians!!!

@bieltorres

Causa e Efeito

Nação,

até quando as oportunidades serão descaradamente nos dadas e perderemos? Hoje somos líderes, com uma sequencia de jogos melhor que as demais equipes, já que os times são piores tecnicamente que nós. Indiscutível, não?

Várias são as teorias para perdermos tanto nossas chances:


  1. Goleiros - perdemos valiosos pontos com Renan e Júlio César. 
  2. Lesões - ão há substitutos para Liedson, Fábio Santos, Alex e Emerson. Eles se machucaram e não houve correspondência técnica dos substitutos.
  3. Liderança - Não temos líderes positivos no time, não entendo como líder pessoas que dão mau exemplo como Chicão e Alessandro. talvez a liderança esteja melhor em Danilo ou Paulo André.
  4. Emocional - o controle da emoção trata-se de reações corretas para os momentos apropriados. Em muitas oportunidades questionamos as reações do Timão apenas quando estamos perdendo. Quando o jogo torna-se mais difícil é que as emoções reagem para se concentrar numa vitória. Precisar sofrer gol para querer fazer? Isso me parece intrínseco de Tite.
  5. Arbitragem - nítido como água. Estamos sendo prejudicados pela arbitragem. E não é qualquer faltinha não. Hoje em dia, falta fora da área é penalti, quando contra o Timão. O Absurdo já é completo. Mas ainda temos que cuidar de outros quatro ponto dentro de casa antes de culpar apenas o Juiz FDP.
Espero que o efeito destas falhas não seja a perda do título. Somos o time que tem mais condições de vencer e por merecimento o teremos. 

Corinthians e suas tensões




Vai sobrar pro Atlético/PR.

VAI CORINTHIANS!

@bieltorres










sábado, 5 de novembro de 2011

Jorge Henrique (2009 x 2010 x 2011)

Nação,

Jorge Henrique não apresenta o mesmo futebol das últimas temporadas. Vem oscilando entre o banco e o time titular, quando há desfalques, há muito tempo. Mesmo assim é ídolo. Passou por maus bocados nestes quatro anos de Corinthians e prefiro mantê-lo no time a troca-lo por qualquer outro jogador.

Visivelmente insatisfeito, seja com sua performance, seja com sua posição no time, não sei. Seria leviano escrever, mas o que posso dizer é o seguinte: seu desempenho piorou gritantemente, ele vinha ocupando um posicionamento único no Brasil. É o coringa master do futebol Brasileiro. Tem dedicação integral e exclusiva pra correr atrás da bola. Quando atacamos, ele aparece e quando defendemos ele se transforma em lateral, volante e até zagueiro. Isso tem acontecido mais nesse ano que nos anteriores, talvez por isso sua performance ofensiva tenha piorado. Por outro lado, tem perdido passes bobos e sendo ineficaz até no que ele fazia melhor.

Sou fã de Jorge Henrique e creio que deveria ser titular do time, mas depois de provar que merece, novamente. Reitero que não desejo vê-lo em outra equipe. Ele é o nosso Ezequiel do ataque.



Vaaaaaaaaaaaaaai Corinthians!!!

@bieltorres

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Curtas

A Mala Branca

Não é nada de mais, se compararmos ao que aconteceu nos últimos Campeonatos Brasileiros. Foi um exagero de jogos entregues, afetando diretamente o gosto popular e o mal caratismo do esporte. Entregar um jogo é incontestavelmente um Anti-Esportismo. E a mala Branca é o que? Incentivo, motivação? Por que é tão feio aceitar? Na média, um jogador, na reta final do Brasileirão, joga por um incentivo(bicho) que gira em torno de 250 mil. A mala Branca é estender este beneficio aos companheiros dos outros clubes, carentes de motivação. Tenho convicção que o América/MG terá este beneficio dos demais clubes candidatos ao título. Frase sublimiar de Anderson, zagueiro do América/MG e ex-Corinthians: “Tem cinco ou seis equipes brigando pelo título e vão torcer por nós, para vencermos o Corinthians. Com certeza, torcedores do Corinthians vão empurrar a equipe deles, mas temos é que jogar bem e vencer, para manter nossas chances”. Haja bicho gordo para vencer o Timão.

As Estrelas do Corinthians

Com muita sinceridade, afirmo que aprovo a escolha da Diretoria em apagar as estrelas do Brasão. A intenção não é diminuir sua importância e sim amplifica-las. Alguns motivos pelo qual concordo:
1. O Time detém títulos importantes que não serão estrelados. As Copas do Brasil são exemplos disto.

2. Mais e mais títulos virão e não haverá mais espaço.

3. A Marca do Corinthians não são as estrelas (títulos). É muito mais que isso e torna-se uma forma de reforçar essa imagem, de certa forma, homenageando a torcida.

4. É uma decisão que fará outros clubes repensarem suas marcas.

Contagem Regressiva

Faltam poucos jogos e o Corinthians precisará de aproximadamente 4 vitórias para o título. Fato perfeitamente possível.

Adriano - O Marquês

O termo Imperador não sabe mais. Está numa boa vida e precisa contribuir mais com o clube. Voltar a jogar em alto nível não é fácil - óbvio - mas a evolução tardia em que tem se passado chega a ser vergonhoso. Queremos calar a boca dos críticos mais uma vez e ainda falta muito.

O Marquês é uma classificação de Nobreza, vamos dizer que ele caiu na escala de Imperador para Marquês, porém ainda há mais para cair... e pouco pra subir.

VAAAIII CORINTHIANS!!!

@bieltorres

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Fechamento de Outubro

Nação das Nações!

Fechamento de Outubro foi o melhor dos últimos três meses. Percebe-se a evolução, mas ainda precisamos vencer quatro jogos para garantir o título. Podemos chegar, basta querer e se esforçar. Em vários momentos demonstramos a garra necessária para sermos campeões, mas isso foi demonstrado em momentos críticos e não desde o inicio da partida.

Partidas de Outubro: 6J, 3V, 2E, 1D
02/out Vasco 2 x 2 Corinthians
09/out Corinthians 3 x 0 Atlético/GO
12/out Corinthians 0 x 2 Botafogo
16/out Cruzeiro 0 x 1 Corinthians
23/out Internacional 1 x 1 Corinthians
30/out Corinthians 2 x 1 Avaí

Artilheiros do Mês:
3 - Alex
1 - Danilo, L.Castán, Willian, Paulinho, Emerson e Liedson.

Assistentes do Mês:
2 - Danilo, Alex e Willian





VAAAIIIIIIIIIIIII CORINTHIANS!!!

domingo, 23 de outubro de 2011

Inter x Corinthians, elencos analisados

Nação! 

O jogo desta tarde será difícil. Ainda assim, não será nada diferente do que imaginamos, o equilíbrio dos elencos e o jogo fora de casa nos condiciona a pensar que Tite levará em campo um time buscando o empate, e caso haja alguma bobeira do Inter traçaremos uma vitória mínima. Sem sombra de dúvida é o que precisamos.

Traçando uma análise entre os elencos, vemos que o inter leva vantagem ofensiva, enquanto somos superiores defensivamente.

A diferença na qualidade dos elencos acaba sendo minima, portanto, ainda mais hoje, o detalhe de qualquer falha individual é o que fará o vencedor. 

Hoje teremos decisão. Começamos bem com os tropeços de Fluminense e Botafogo, mas precisamos fazer a nossa parte e abrir vantagem. 



Fonte: UOL Esportes e Globoesporte.com

VAI CORINTHIANS!!!

@bieltorres

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Top 10 - Eficiência e Aproveitamento de Pontos - 18.10.2011

Nação!!!

Alex e Paulinho aumentam seus scores, mas seguem em suas posições na eficiência. Enquanto isso Edenílson pula para 2ª colocação em pontos conquistados com sua presença em campo.

Liedson e Willian ou Danilo em campo condicionam, estatisticamente, pelo menos um gol certo ao time corinthiano, assim como a presença de Alex, Paulinho e Emerson estão cada vez mais decisivas.


Vai Timão!!!

@bieltorres


segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Time Corinthiano por Aproveitamento de Pontos

Nação!!!

Defino da seguinte forma os jogadores que formam os titulares e os reservaas do Corinthians, tomando como base, apenas, a pontuação do time com ele em campo.

Titulares: Júlio César(61,2%); Alessandro(60,4%), Wallace(78,9%), Leandro Castán(57,5%) e Fábio Santos(63,9%); Ralf(60,7%), Edenílson(65,0%), Morais(63,3%) e Danilo(57,6%); Jorge Henrique(58,3%) e Liedson(64,8%)

Reservas: Renan(33,3%); Welder(57,6%), Chicão(54,4%), Paulo André(56,7%) e Renan(37,0%); Moradei(58,3%), Paulinho(55,8%), Ramirez(61,1%) e Alex(55,1%); Willian(56,1%) e Emerson(57,6%)

Aos desavisados: não quero retratar uma verdade absoluta, apenas desejo demonstrar em meu blog outras perspectivas de análise.

Vai Timão!!!

@bieltorres

domingo, 16 de outubro de 2011

Cruzeiro 0 x 1 Corinthians, nostálgico

Nação!!!


O Timão mostrou um bom futebol, venceu e se mostrou frio, capaz e consciente do que terá que enfrentar para ser campeão. O time me lembrou, novamente, aquela seleção Brasileira de 1994, determinada e impávida. Todos sentíamos que a vitória chegaria, cedo ou tarde. Venceria, de maneira bonita ou feia, mas venceria. Neste momento, é isso que precisamos, apenas de vitórias. Para completar a minha nostalgia, o camisa 10, vestido de azul solta a bola na marca do penalti na mesma direção de Baggio. Foi de fato nostálgico. Seremos campeões. 

No primeiro tempo passamos momentos perigosos, principalmente pela direita de Alessandro. Não tenho total certeza, mas creio num mal posicionamento dele. Quanto a esquerda, nem se fala. Ramon não atende as expectativas, a camisa pesa e a habilidade falta. Alex foi oportuno em suas roubadas de bola e compromete com frequência a defesa adversária. É um bom jogador que está cada vez mais adaptado.

Por fim, teremos um novo desafio neste próximo fim de semana. Contra a equipe do Chorolado teremos a necessidade de vencer redobrada. É provável que não tenhamos mais a primeira colocação, caso a sorte de campeão não apareça na quarta, entre Botafogo e Santos. As próximas rodadas prometem cada vez mais emoção...

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 X 1 CORINTHIANS
Estádio: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data/hora: 16/10/2011 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Fabricio Vilarinho da Silva (GO)
Renda/público: R$ 189.185 / 17.004 pagantes
Cartões amarelos: Diego Renan, Marquinhos Paraná, W. Paulista e Charles (CRU); Alessandro e Leandro Castán (COR)
Cartões vermelhos: Tite (COR)
Gols: Paulinho, 19'/2°T (0-1) (Assistência de Alex)
CRUZEIRO: Fábio, Vitor, Victorino, Léo e Everton (Diego Renan, 43'/1°T); Fabrício, Marquinhos Paraná, Charles (Elber, 25'/2°T) e Montillo; Keirrison (Anselmo Ramón, intervalo) e Wellington Paulista. Técnico: Vágner Mancini.
CORINTHIANS: Julio Cesar, Alessandro, Paulo André, Leandro Castán e Ramon (Wallace, 25'/2°T); Ralf, Paulinho, Danilo e Alex; Willian (Edenilson, 19'/2°T) e Liedson (Ramírez, 30'/2°T). Técnico: Tite.

Vai Timão!!!

@bieltorres

Pré Batalha na Arena do Jacaré

Nação!!!

O jogo de logo mais deverá ser muito difícil. Não bastando vencer para garantir a liderança, ainda precisamos aguardar o fim do jogo do Vasco. A nossa liderança custa uma vitória nossa e saldo de gols. Em comum com o vasco temos um duelo contra um time Mineiro, os dois ameaçados de rebaixamento - adversários diretos. O que torna o jogo mais osso duro.

Assim sendo, espero um jogo completo de segundo tempo do Botafogo, com gols do Timão, é claro.

O retorno de Liedson é o destaque do jogo, enquanto a ausência de Emerson o maior desfalque. Caso Tite não queira iniciar o jogo com Liedson o time iniciará com Edenílson e muito contra ataque, caso contrário o Liedson terá com Willian as oportunidades de gol que precisamos concluir. O Provável time de hoje será:

Julio Cesar, Alessandro, Paulo André, Leandro Castán e Ramon; Ralf, Paulinho, Edenílson (Liedson), Alex e Danilo; Willian

As últimas 10 partidas entre Corinthians e Cruzeiro, em MG, foram 4v, 1e, 5d, mais detalhes:


Cruzeiro 1x0 Corinthians (ano: 2010)
Cruzeiro 1x2 Corinthians (ano: 2009 / gols corinthianos: Ronaldo e Jorge Henrique)
Cruzeiro 0x3 Corinthians (ano: 2007 / gols corinthianos: Marcelo Mattos (2) e Éverton Santos)
Cruzeiro 2x0 Corinthians (ano: 2006)
Cruzeiro 2x1 Corinthians (ano: 2005 / gol corinthiano: Nilmar)
Cruzeiro 0x1 Corinthians (ano: 2004 / gol corinthiano: Rosinei)
Cruzeiro 1x1 Corinthians (ano: 2003 / gol corinthiano: Gil)
Cruzeiro 2x3 Corinthians (ano: 2002 / gols corinthianos: Fabricio, Deivid e Renato)
Cruzeiro 1x0 Corinthians (ano: 2001)
Cruzeiro 3x1 Corinthians (ano: 2000 / gol corinthiano: Fernando Baiano)


VAI TIMÃO!!!!

@bieltorres


sexta-feira, 14 de outubro de 2011

A arte de atarantar

Nação!!!

Não basta apenas torcer contra o Corinthians. Existe uma industria que prejudica e atrapalha constantemente o clima futebolistico Corinthiano. Quando o CLube mais se aproxima de um título, há sempre aqueles que vão a imprensa, difamar ou até mesmo dizer verdades, porém na hora errada.

As famosas listas de dispensa e de contratação chegam em péssimo momento, principalmente ao Corinthians. Observem que nos demais clubes as listas são discretas ou sequer aparecem.

Não interessa em nada, neste momento, a divulgação da contratação de Montillo ou Kléber, muito menos a dispensa de Jorge Henrique ou a venda de Chicão. Abalar os humores e atiçar a torcida é o que vem a reboque destas notícias.

O momento é valioso, único. Cada ponto perdito poderá ser crucial neste momento e não se deve se dar ao luxo de iniciar uma partida como a da última quarta. Os próximos jogos serão fora de casa e talvez mais dificeis que os de quarta. O time precisa estar preparado, tanto os pés quanto os ouvidos.

Vai timão!!!

@bieltorres

Adriano e seu Reinicio

Nação!!!

A razão pela qual Adriano resolveu voltar a jogar bola foi dar alegria a sua família. A necessidade que teria de reencontrar um bom futebol e se superar mais uma fez, o destinou ao Corinthians. Sua nova casa, seu novo clube, regado a novos amigos, companheiros e principalmente: Filosofia.

O Corinthians é diferente, não é por ser Corinthiano que digo isso, mas porque já era assim antes mesmo de meu pai nascer, um argentino, torcedor do San Lorenzo que se identificou com o Corinthians, o Corinthians é um supras sumo do futebol, paixão e até religião.

Já contextualizado, Adriano Ribeiro precisa compreender bem isso, ainda lhe falta maturidade. Percebe-se isso num simples ato de utilizar chuteiras verdes. Vestir o manto não é apenas chutar bola e fazer gol, pelamordedeus - não é isso! Ronaldo soube fazer, faça apenas 30% do que ele fez e é suficiente. Vestir a camisa é ser considerado Corinthiano e NUNCA um corinthiano calçaria chuteiras verdes, não é isso? Se sinta Corinthiano e seu sucesso virá a reboque.

Suas duas primeiras participações foram decepcionantes. Nem de longe pareceu o Adriano de antigamente, não sei se conseguirá fazer isso neste ano. O que espero é apenas que não atrapalhe. Tite precisa ter consciência que Adriano só deve entrar se estiver bem. Jogar para inglês ver não é no Corinthians. Isso não dá! Se for dessa forma vou até torcer para uma nova lesão de 30 dias.

Torço para ele calar minha boca, assim como Danilo o fez.

Vai Timão!

@bieltorres

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Corinthians 0 x 2 Botafogo, em números

Nação!!!

jogo difícil que se concluiu numa derrota histórica. O Timão entrou em campo meio adormecido, meio de salto alto. Tem mais time, mais técnico e estava ao lado da torcida, além de jogar como mandante.



- Júlio César não teve nada para comemorar. Fez seu centésimo jogo sem boa lembranças para guardar. Seus apoiadores lhe deram um presente de grego. Nota: 5,0

- Alessandro estava mais perdido que tudo. Não jogou bem, não exerceu liderança alguma que lhe cabia, muito menos executou o que é de mais valioso num líder, o exemplo. Errou quase todos seus passes, nao conseguia nem marcar ou ser a sobra. Todos passavam por ele. Pior em campo. Nota: 2,0

- Paulo André precisou se esforçar muito para sair ileso desta defesa maluca. Fez o que pode e não se comprometeu. Nota: 6,0

- Leandro Castán não fez de suas melhores partidas. Nota: 5,5

- Fábio Santos pouco pode apresentar, ficou marcado pela bola nas costas do primeiro gol em que ele não conseguiu evitar junto com Moradei. Nota: 4,5

- Moradei também sente saudades de Ralf. Impossivel não sentir. Todos que assistiam o jogo percebiam o que iria acontecer, menos o nosso volante. Levou um susto no lance do segundo gol e buscou se defender. Entrou em campo apenas no segundo tempo. Nota: 3,5

- Paulinho esteve apagado no primeiro tempo e tentou se recuperar no segundo. Mostrou um bom desempenho, ofuscado pela falta de eficiência da defesa. Nota: 6,0

- Danilo foi um dos melhorres em campo, buscava alternativas inúmeras e boas chances foram criadas. também perdeu gols valiosos, mas foi eficiente no que lhe era proposto. Nota: 7,0

- Alex não teve sorte. Cruzou boas bolas e criou excelentes chances. Nota: 7,0

- Jorge Henrique errou muito e como de costume, nem me parece mais atacante. Fato que não é de sua responsabilidade. O 23 sempre foi agudo no ataque, agora se mostra apenas um volante raçudo. Nota: 6,0

- Willian foi o melhor em campo. Faltou o gol.  Foi autêntico e mostrou que precisa de companhia para jogar na frente. Nota: 7,5

- Welder não entrou bem. Foi deslocado para a direita pra segurar um pouco a defesa. Nota: 5,5

- Adriano parecia Ronaldo nas vésperas da aposentadora. Essa é a noticia ruim, já a boa é a seguinte. Não dá pra ser pior do que isso. Acabou gerando uma expectativa na equipe que, por obrigação, precisava alçar bola na área. Só acertou uma. Decepcionante. Nota: 3,5

- Ramirez é outro que volta de lesão. Não foi bem. Desconstruiu jogadas por estar fora de tempo. Bom jogador, mas não foi bem. Nota: 3,5

- Tite fez o que pode. Não foi responsável diretamente pelos gols e tentou vencer no segundo tempo. Fez substituições coerentes e necessárias. E agora? A zaga foi mal, Chicão volta? Já está constatado que o problema não era ele. Nota: 6,0

@bieltorres



quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Aproveitamento de Campeão


Nação!!! 

Para alcançarmos o título Brasileiro de 2011 teremos que melhorar o desempenho. Fiz uma análise do Corinthians no Brasileirão deste ano e seu desempenho com uma perspectiva já citada pelo Tite, a quantidade de jogos de descanso entre uma partida e outra.

A proposta da comissão técnica é fazer algo ainda não realizado este ano, quiçá no semestre.

Quando o Corinthians teve três ou quatro dias de intervalo entre uma partida e outra, teve um desempenho de 58,3% dos pontos conquistados. Quando a distância foi de 6 ou 7 dias, o aproveitamento foi de 60,6%. A fase final do Brasileiro terá mais jogos com distâncias acima de 6 dias que com 3 ou 4 dias. Isso será favorável ao Corinthians, mas também aos demais times.

Devo recordar que o grande aporte do Corinthians na competição, se deu no momento em que os campeonato tinha intervalos maiores entre uma partida e outra. Foi neste momento que vencemos o São Paulo por 5x0(14 dias) e o Botafogo no Rio por 2x0(6 dias).

O Timão precisará se superar, independente do cansaço de viagens ou intervalos entre partidas. O Time precisa demonstrar e justificar o elenco que paga. Não dá pra perdermos mais um Brasileirão pra nós mesmos.


Vai Timão!!!

@bieltorres


terça-feira, 4 de outubro de 2011

Curtas

Nação!!!

Desempenho de campeão:
Segundo os cálculos da comissão técnica, o campeão brasileiro de 2011 terá 71 pontos. Pelo alto grau de competitividade e pela dificuldade das próximas rodadas, acredito que o número não será este. Creio que o campeão se consagrará com 67 pontos. A proposta do Corinthians é marcar 4 pontos a cada 2 jogos, coisa que não faz há 4 meses, vale lembrar(ver post anterior). Precisariamos ter pelo menos 6 vitórias e 5 empates. Analisando a diculdade de cada time, talvez o Corinthians seja o que tem a melhor sequencia finalistica, mas isso ainda não quer dizer nada. Nossa esperança esta no...


Adriano
A rapaz está prometendo vir com tudo, vontade ele tem. Fez três gols no treino desta manhã e promete colocar a gorduchinha pra dentro contra o Atlético/GO. O Adriano é a nossa maior esperança de título. Além dele, necessitamos de alguns outros pontos chaves...


Reajuste da equipe
Após o jogo contra o Vasco, percebe-se algo diferente no time. Será que Tite acertou a mão? Os desfalques vieram a calhar quando refletimos sobre o meio campo de Alex e Danilo. O time em geral jogou melhor e isso impacta a confiança da equipe. Sinto pelo Jorge Henrique, ele continua sem se encontrar no jogo, carrega a cruz que o Tite lhe confiou, mas ao mesmo tempo anula seu desempenho ofensivo.

VAAAIII TIMÃO!

@bieltorres


sábado, 1 de outubro de 2011

Balanço de Setembro

Nação das Nações!!!

O Fechamento do mês de setembro não foi nem um pouco favorável para nós. Nossos resultados tem piorado a cada rodada. A quem pensava que teríamos uma alavancada em setembro(eu), se decepcionou. A sequencia de jogos que tivemos em setembro é a equivalente ao mês de junho. Repare o tamanho da queda!!!

O pior disso não é apenas as perdas de pontos, e sim a pergunta sem resposta. Onde vamos parar? O Técnico fez alterações técnicas de peças, percebeu-se uma leve melhora em setores, mas ainda não é suficiente. O Corinthians está em seu pior momento ofensivo do ano. Apenas um mísero gol médio por partida é vergonhoso. 

Houve uma melhora defensiva, quanto a gols sofridos, mas sigo com as orelhas em pé quando Júlio César vai fazer uma defesa. Ele é nossa melhor opção, mas precisamos avaliar se ele deve seguir nos planos do time titular em 2012. A sacada de Chicão dos titulares trouxe bons resultados, acredito numa defesa de Chicão + P.André, talvez seja a melhor saída, mas teremos que esperar um tempo para que se concretize isso. A sacada de Jorge Henrique do Time foi ruim, mas ele não estava sendo tão efetivo quando no ano passado. Fisicamente e tecnicamente não é o mesmo, hoje tem 14,3%(4 gols e 2 assistências) de média de eficiência, enquanto no ano passado tinha mais que o dobro(33,3%). Na minha opinião, a queda de rendimento de Willian e Jorge Henrique, assim como de Danilo fazem o Corinthians depender da sorte para sermos campeões Brasileiros. Adriano torna-se o herói que esperamos.


Partidas de Setembro:

Coritiba 1 x 0 Corinthians
Corinthians 2 x 1 Flamengo (Liedson - 2)
Fluminense 1 x 0 Corinthians
Corinthians 1 x 3 Santos (Liedson)
São Paulo 0 x 0 Corinthians
Corinthians 1 x 0 Bahia (Emerson)





@bieltorres

PS: Tive alguns problemas pessoais que me afastaram do blog no mês de Setembro, estou voltando...

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

A Sorte do Campeão


É possível encontrarmos campeões que não precisaram de sorte para alcançar o título, porém o contrário é bem imprevisto. Nunca, em toda minha vida, vi algum time ser campeão sem sorte. O Corinthians passa por isso neste momento, o que na maioria das vezes vemos como “zica”, podemos enxergar de outra maneira, sempre que perdemos ou empatamos, nossos adversários diretos também são abatidos.

O detalhe de grande importância são dois:

01) Só conseguimos usufruir desta sorte porque fomos competentes anteriormente. A margem de pontos conquistada no inicio da competição nos coloca onde estamos, sem ela estaríamos no ostracismo de um 10º colocado no máximo.

02) Não há inteira necessidade de sermos o 1º colocado neste momento, e sim, apenas, na 38º rodada. A exemplo do ano passado, precisamos aprender a planejar as ausências técnicas e aproveitar melhor as camadas do elenco. O campeonato é longo e as próximas rodadas serão integralmente decisivas.

O outro lado da questão é que temos ouvido discursos de desgaste físico, justificando a instabilidade da equipe, será isso mesmo? Por que há equipes que estão se sobressaindo mesmo jogando a cada três dias? É importante que seja realizado um diagnóstico correto do fato para que não continuemos perdendo pontos sofríveis e irrecuperáveis.

A pressão da torcida é conseqüência de maus resultados, é justa quando reparamos a ineficácia de alguns, mas precisa ser trabalhada pela direção.

Além de sorte, há outros fatores importantes a serem agregados para campeões:

  • Motivação: O Time e o técnico precisa saber lidar com as adversidades. Logo no inicio da partida contra o Fluminense tive a impressão que o Corinthians estava no campo como um propenso perdedor e ao final da partida se concretizou o que pensei. O time estava desmotivado. O fato de entrar em campo com apenas dois dias da última partida fazia os pensar que seriam derrotados?
  • Planejamento: Pensar na frente dos outros torna-se o diferencial para um futebol tão amador quanto o do Brasil.
  • Trabalho: A vitória não começa na partida, mas sim nos treinamentos. A escalação deve ser feita por méritocracia e não por apadrinhamento. O time comete falhas incríveis nas partidas. Parece até que nunca fizeram certas ações. Ao mesmo tempo, o Corinthians é tristemente previsível. Sempre o mesma jogada, poucas variações. O que está sendo feito quanto a isso? Não adianta mudar o esquema se na hora do jogo o atleta corre sempre pro mesmo lugar, faz a mesma jogada, cruza sempre no mesmo homem (lateral na área sempre vai na cabeça de Danilo ou Alex, só funcionou uma vez e depois daquilo só se faz isso).

VAAAAAAIIIIIIIIIIIIIII TIMÂO

@bieltorres

terça-feira, 23 de agosto de 2011

2011 x 2010

Nação!!!

Quando terminar o campeonato, teremos um novo final? Diferente do do ano passado? Espero que sim. Mas, ainda mais importante que pensar ou desejar é o que pode ser feito para que haja um final feliz! Acho, sinceramente, que o que fará a diferença em tudo é o retorno de Adriano, se ele retornar bem, grande chance de vencermos, se mal, nada ganharemos. Isso demonstra ainda mais que não muda muito o cenário do ano passado.

Contratamos vários jogadores que fazem a diferença e precisamos deles nesta próxima etapa do campeonato. Alex, Júlio César, Chicão, Willian, Emerson, Danilo e Liedson precisamos estar 100% como já estiveram. Precisamos ainda de Edenílson, Jorge Henrique, Welder e Ramon com a eficiência de titular, para suprirem quando necessário. 

E o técnico? Tite dá conta? Acho que sim. Se tivessemos feito metade dos gols que criamos tinhamos vencido todos os últimos jogos e não foi Tite que perdeu os gols. Ele não é o melhor técnico pro Corinthians, Palmeiras e Santos tem técnicos melhores, mas não é o momento de troca. A mudança talvez seja mais prejudicial. No fim do ano, vencendo ou perdendo eu concordo em mudar.

VAAAAAIIIIII TIMÃO!!! Massacra a Porcada!

Corinthians 0 x 2 Figueirense, a hora de perder

Nação!!!

Não existe hora boa de perder, mas se existisse seria agora. Se pudessemos escolher um momento e um time pra perder seria agora e contra um time que não lute por posições conosco e que também não seja clássico. A conjuntura dos dois foi contra o Figueirense. O que se pergunta agora é: 
A vitória vai trazer ânsia de vencer? ou ainda, Aprendemos com os erros?

O Corinthians buscou mais um vez a vitória, e daí? Conseguiu nem empatar! Foi triste e decepcionante, mas e daí? Quem é líder nessa birosca de campeonato?

Contra a porcada precisa ser diferente, se não entramos em crise.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0 X 2 FIGUEIRENSE
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 20 de agosto de 2011, sábado
Horário: 18 horas (de Brasília)
Público: 26.256 pagantes
Renda: R$ 860.674,50
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa (RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison e Júlio César Rodrigues Santos (ambos do RS)
Cartões amarelos: Danilo (Corinthians); João Paulo e Wilson (Figueirense)
Gols: FIGUEIRENSE: Wellington Nem, aos 34 minutos do primeiro tempo; Pittoni, aos 47 minutos do segundo tempo
CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Welder (Emerson); Ralf, Paulinho (Edenilson), Danilo (Willian) e Alex; Jorge Henrique e Liedson
Técnico: Tite
FIGUEIRENSE: Wilson; Bruno, João Paulo, Edson Silva e Juninho; Ygor, Túlio, Maicon (Coutinho) e Fernandes (Pittoni); Wellington Nem (Roger) e Júlio César
Técnico: Jorginho

sábado, 20 de agosto de 2011

Corinthians x Figueirense, buscando consolidação

Nação!!!

Nesta noite de sábado o Corinthians enfrenta um time razoável que buscará apenas não perder. O Corinthians tem uma intenção bem diferente, consolidar sua retomada ao campeonato. O Figueirense é o quarto pior visitante do campeonato, o que torna ainda mais o Corinthians favorito a uma goleada.

Em seus últimos dez confrontos o timão foi vencedor em 6, tendo empatado 2 e perdido outras duas. Tem uma média de 1,8 gols a favor contra o figueira. O time é melhor

O time iniciará a partida com apenas uma mudança: Wallace sai e Chicão volta.

FICHA TÉCNICA – CORINTHIANS x FIGUEIRENSE

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 20 de agosto de 2011, sábado
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa (RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison e Júlio César Rodrigues Santos (ambos do RS)

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Welder; Ralf, Paulinho, Danilo e Alex; Jorge Henrique e Liedson. Técnico: Tite.

FIGUEIRENSE: Wilson; Bruno, João Paulo, Edson Silva, Juninho; Ygor, Túlio, Maicon e Fernandes; Júlio César e Somália. Técnico: Jorginho.

Atlético - MG 2 x 3 Corinthians, alavancada!

Nação!!!

Sheik, a estrela da noite desencantou. Correu, passou e marcou como ninguém. Merecidamente o Corinthians virou o jogo em uma noite especial de alavancada na tabela.

Enquanto o galo mereceu vencer o primeiro tempo, o Corinthians mereceu humilhar o Atlético Mineiro no segundo tempo. Não restava nada do galináceo. A Vantagem era estrondosa e a partida foi cada vez mais gerenciada pelo timão.

O Tite mexeu bem, deixo registrado. O Corinthians precisou apenas de 8 minutos para empatar a partida após a substituição de Alessandro por Emerson. O nome da partida foi a superação, Emerson e Alex prometem ainda mais para as próximas rodadas.


FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 X 3 CORINTHIANS
Local:  Estádio Lamegão, em Ipatinga (MG)
Data: 17 de agosto de 2011 (quarta-feira)
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira jóia e Ediney Guerreiro Mascarenhas (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Dudu Cearense, Renan Ribeiro e Richarlyson (Atlético); Julio Cesar e Emerson (Corinthians)
Cartão vermelho: Réver (Atlético)
Gols:
Atlético: Dudu Cearense, aos 13 e Guilherme aos 27 minutos do primeiro tempo
Corinthians: Emerson aos quatro(assistência de Danilo), Alex aos oito(penalti em Emerson) e Liedson aos 29 minutos do segundo tempo (assist. de Emerson)
ATLÉTICO: Renan Ribeiro, Lima, Werley e Réver; Patric (Caio); Fellipe Soutto (Jônatas Obina), Dudu Cearense, Bernard e Richarlyson; Magno Alves (Gilberto) e Guilherme
Técnico: Cuca
CORINTHIANS: Júlio Cesar; Alessandro (Emerson), Wallace, Leandro Castán e Welder; Ralf, Paulinho, Alex e Danilo; Jorge Henrique e Liedson (Edenilson)
Técnico: Tite

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Corinthians 2 x 2 Ceará, pais presenteados?


Nação!!!

Domingo foi dia dos pais. Esta data que nem sempre é tão celebrada como deveria, mostrou mais uma vez que os pais corinthianos não puderam contar com o time para a felicidade dominical. É claro que seus filhos não tem nada a ver com isso, mas inevitavelmente dá aquele mal humor empatar com o Ceará em nossa casa.

As alterações do time são necessárias. Seja uma mudança nas peças, ou na forma de jogar. A zaga está uma peneira. Pensei que iriamos melhorar quando o Júlio César voltasse. Algo está deixando essa zaga em prantos quanto a bola vem? O time tem se aplicado e tentivas de gols não faltam, e o que faz a bola não entrar? Seria a previsibilidade de Tite?

William não consegue marcar mais e Emerson não consegue nem colocar a bola entre as traves e Adriano toma frente nas esperanças Corinthianas. Esperamos não precisar dele como precisávamos de Ronaldo. Sobra para outros a responsabilidade do gol, a propósito, dois golaços. Paulinho com um bomba indefensável e Alex com um belissimo chute de longe.

Espero que a sina de reabilitação de times fracos acabe e fechemos o caixão do Atlético - atolando ele no poço do Z4.
 
FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 2 CEARÁ
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 14 de agosto de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Público: 26.762 pagantes
Renda: R$ 896.739,50
Árbitro: Paulo Godoy Bezerra (SC)
Assistentes: Nadine Schram Bastos e Marco Antônio Martins (ambos de SC)
Cartões amarelos: Chicão (Corinthians); Rudnei, Fabrício e Michel (Ceará)
Gols:
CORINTHIANS: Paulinho, aos 25(Assistência de Danilo), e Alex, aos 30 minutos do primeiro tempo
CEARÁ: Osvaldo, aos 29 minutos do primeiro tempo; Rudnei, aos 40 minutos do segundo tempo
CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Ramon (Welder); Ralf e Paulinho, Danilo (Emerson) e Alex; Jorge Henrique e Willian (Liedson)
Técnico: Tite
CEARÁ: Diego; Boiadeiro, Fabrício, Anderson Luís (Edmilson) e Egídio; Heleno, Michel, Rudnei e Felipe Azevedo (Marcelo Nicácio); Osvaldo e Roger (Washington)
Técnico: Vagner Mancini

VAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIII TIMAO!!!!

sábado, 13 de agosto de 2011

Top 10 - Eficiência e Aproveitamento de Pontos

Nação!!!

Números atualizados após a partida contra o Santos.


Santos 0 x 0 Corinthians, um é pouco?



A partida foi muito fraca, mais uma vez afirmo que Liedson faz muita falta e que precisaremos torcer que Adriano volte bem, pois se não tivermos outra alternativa de centroavante não seremos campeões. Falta regularidade a Willian, tranquilidade e pontaria ao Emerson e sequencia ao Elias.


O Corinthians foi bem melhor que o S4n7os, mas ainda sim foi muito lento. Um destaque negativo da partida é a ausência de Fábio Santos devido a lesão na clavícula após um choque com Arouca. Isso renderá uma ausência em pelo menos 8 jogos.


Com mais domínio na partida e melhor aproveitamento nos passes, o timão dominou o Santos a maior parte do tempo. Os chutes a gol começaram tarde. Emerson quase marcou aos 23, depois de tabela com Willian; Chicão tentou converter cruzamento de Danilo, aos 27; e Paulinho arriscou chute, aos 37.


Voltamos a liderança, isso é importante, principalmente pelo grau de dificuldade de ser líder. 


FICHA TÉCNICA:
SANTOS 0 X 0 CORINTHIANS
Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data/hora: 10/8/2011 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Rogério Pablos Zanardo (SP)
Renda e público: R$ 226.730,00 / 9.714 pagantes
Cartões amarelos: Elano, Edu Dracena (SAN)
Cartões vermelhos: -
GOLS: -
SANTOS: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Henrique, Elano (Adriano, 30′/2ºT) e Ibson; Diogo (Alan Kardec, 34′/2ºT) e Borges. Técnico: Muricy Ramalho
CORINTHIANS: Danilo Fernandes; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos (Welder, 13′/1ºT); Moradei e Paulinho; Willian (Elias Oliveira, 23′/2ºT), Alex e Danilo; Emerson. Técnico: Tite

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Atlético/PR 1 x 1 Corinthians e as sombras

Nação!!!

O jogo não foi tao bom e nem tão ruim assim. O jogo acende alguns alertas que vimos em 2009 e 2010:

1) A Partida: Jogo de gols perdidos. Destaque para a qualidade de Alex e para ineficácia de Willian. Se o time estivesse completo - Liedson e Alessandro teriamos ganho com certeza. Tite fez certo em tirar Renan desta partida e também acertou nas modificações do intervalo. Está se tornando mais ousado que em outras oportunidades e estou gostando. A falta de gols não foi responsabildiade dele.


2) As Sombras: Há uns meses atrás estavamos falando em sombras, hoje isso não existe mais. Alex é titular definitivamente e Danilo, também titular, não tem sombra. O que acontecerá? Apesar de alguns bons chutes e um excelente posicionamento no jogo de domingo, ainda falta nele o Zidanilo que esperamos e que se demonstrou em alguns jogos deste ano. E Júlio César? Esse está sem sombra mesmo. Perdemos quatro pontos valiosos com Renan no gol. Nosso novo talismã não está mais na melhor fase, não tenho certeza se é pelo posicionamento que Tite emprega, mas certo mesmo é que não poderia ter perdido aquele gol no domingo. As sombras de Willian estão machucadas...e Emerson, não faz gol de jeito nenhum. Quando o juiz apitou penalti em Paulinho ele chutou pra fora. Ainda bem que o juiz apitou. Esse atacante não acerta uma bola no gol? Que Zica é essa?


Ficha técnica


ATLÉTICO-PR 1 X 1 CORINTHIANS
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 7 de agosto de 2011 (domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Assistentes: Altermir Hausmann (Fifa-RS) e Carlos Titara da Rocha (AL)
Cartões amarelos: Mádson, Cléber Santana e Kléberson (Atlético-PR); Weldinho, Jorge Henrique, Paulinho, Chicão e Ralf (Corinthians)
Gols: ATLÉTICO-PR: Cléber Santana, aos 35 minutos do primeiro tempo
CORINTHIANS: Alex, aos 02 minutos do segundo tempo (Penalti sofrido por Paulinho)
Público: 25.334 pessoas
Renda: R$ 589.050,00
ATLÉTICO-PR: Renan Rocha; Edilson, Manoel, Fabrício e Paulinho; Deivid (Wendel), Cléber Santana, Kleberson e Marcinho (Rodriguinho); Mádson e El Morro García (Branquinho)
Técnico: Renato Gaúcho
CORINTHIANS: Danilo Fernandes; Weldinho (Edenilson), Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Alex, Jorge Henrique (Emerson), Willian (Elias Oliveira)
Técnico: Tite


@bieltorres

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Corinthians 2 x 1 América-MG, após o sufoco se respira!

Nação!!!

O sofrimento foi grande apesar de um inicio excelente. O Primeiro gol da partida me fez pensar em goleada histórica que em poucos minutos me relembrou que não temos um time tranquilo. Um ditado popular diz: "Um grande time se inicia pelo goleiro". Digo outro: "Um time de amarelos começa com um cagão". O Renan não tem condições(pra não dizer outra coisa) de vestir a camisa do Corinthians. Não é categoria que he falta, mas nervos. Ele está apavorado. Tem que tirar ele do gol e dar chance pra outro enquando o J.César não melhora e o Renan calmo não volta. Talvez até tenha outra chance e consiga corresponder, mas não dá pra ficar perdendo pontos neste momento pra não queimar o menino. Ele já virou carvão, ok?

Tite vem façlando sobre troca de esquema tático. Vejo isso com bons olhos, a cópia que ele quer montar do time de 2008/2009 não está mais funcionando, pelo menos sem variações. Os jogadores compreendem bem o esquema e atuam como devem, mas o adversário também já compreende muito bem o que se faz para impedir os atletas de jogarem. A entrada de Alex, dividindo a responsabilidade com Danilo na criação e um ataque com apenas dois corinthianos pode compor melhor o meio e ter mais alternativas.



Alguns números dos atletas nesta partida:







Ficha Técnica:
CORINTHIANS 2 X 1 AMÉRICA-MG

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 3 de agosto de 2011 (quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Antônio Carvalho Schneider (RJ)
Assistentes: Rodrigo Correa e Luiz Muniz de Oliveira (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Danilo (Corinthians); William Rocha, Micão, Glauber, Gilson e Kempes (América)
Cartão vermelho: Gilson (América)
Gols: CORINTHIANS: Jorge Henrique, a 28s do primeiro tempo (Assistência de Willian), e Paulinho, aos 21 minutos do segundo tempo
AMÉRICA: Kempes, aos 14 minutos do primeiro tempo

Público: 30.121 pessoas
Renda: R$ 883.660,00

CORINTHIANS: Renan; Welder (Edenílson), Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Willian (Alex), Jorge Henrique e Emerson (Elias Oliveira)
Técnico: Tite

AMÉRICA: Neneca; Micão, Dudu e William Rocha; Marcos Rocha, Leandro Ferreira, Glauber (Fabrício), Rodriguinho (Otávio) e Gilson; Kempes e Léo (Alessandro)
Técnico: Milagres (interino)